27 de Mai de 2022

Produto não tinha registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária

Josiane teve a visão prejudicada pelo produto.

Josiane teve a visão prejudicada pelo produto

A Anvisa proibiu ontem, 23/03, a fabricação e comercialização da pomada modeladora de tranças Ômegafix. O produto, fabricado pela Cape Indústria de Cosméticos, causou perda de visão em consumidores depois do uso. A manicure Josiane Reis usou o cosmético no dia 18 de março para fazer um penteado. No dia seguinte, depois que tomou um banho de piscina, começou a sentir a visão turva. “Eu desconfiei que a visão estava embaçada por conta do cloro, então nem entrei mais na piscina porque meu olho começou a arder”, disse.

A situação piorou. De madrugada, Josiane mal conseguia abrir os olhos. "Tive que ir para a emergência. Chegando lá, foi constatado que a retina estava queimada. Tive que ficar por três dias com uma lente apropriada”, conta.

Mesmo passando por tratamento, a visão de Josiane não voltou a ser a mesma. O caso repercutiu nas redes sociais. Outras pessoas que também usaram a pomada relataram sintomas parecidos. Uma mulher afirmou que o filho ficou três dias sem enxergar por conta do produto. Em nota, a Anvisa afirmou que a pomada não tem registro na agência, e por isso não era possível verificar a segurança do uso.

O IVISA-Rio recomenda que os usuários da pomada suspendam o uso imediatamente e que relatem à Anvisa caso tenham problemas com algum produto cosmético. A notificação pode ser feita no site da Agência por um formulário no link abaixo;

https://pesquisa.anvisa.gov.br/index.php/368782?lang=pt-BR

 

 

 

 

Fonte: Portal Band Rio