09 de Ago de 2020

A comunicação gera entendimento, mas ela também tem deixado muitos brasileiros à margem, que sonham em poder entender o que está sendo dito. Inovando na Amazônia Legal, a web rádio Líder Marabá, com sede em Marabá no sul paraense, coloca no ar nesta quinta (19), o primeiro programa com intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (Libras) em todas as edições. “Direto ao Ponto com Aretha Fernandes” nasce com o papel de acessibilidade, mas também de comunicação em causa, já que irá interagir com a comunidade surda. E por isso ele conta com o apoio da Universidade do Estado do Pará (Uepa). Raíssa Lopes, coordenadora do Núcleo de Acessibilidade, Educação e Saúde da Uepa, conta que a parceria com a web rádio é fundamental para derrubar barreiras para a acessibilidade. “A informação precisa chegar de forma clara para todas pessoas. Certamente o programa vai ampliar os horizontes dos surdos, que precisam ter o mesmo espaço que o ouvinte. Hoje eles têm acesso a informações, mas nem sempre elas chegam da maneira que deveriam, com a tradução do intérprete”, afirma a docente.

Para se ter uma ideia, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – Censo 2010, colocou o Pará como o Estado do Norte com o maior número de surdos e pessoas com deficiência auditiva. São 369.073 pessoas que não ouvem nada ou têm alguma ou grande dificuldade para escutar. O “Direto ao Ponto com Aretha Fernandes” é um programa de entrevistas sobre temáticas diversas. Diferente de outras experiências de acessibilidade para surdos nas web rádios brasileiras, além de garantir a presença de intérpretes, a iniciativa possibilitará a participação de surdos, deficientes visuais e intelectuais, para discutirem assuntos que vão além da pauta “deficiência”. Assim como ouvintes e videntes, eles serão convidados para entrevistas nas áreas em que forem referência. O acesso ao programa é feito através dos perfis do Instagram (@webradiolidermaraba), do Facebook (Web Rádio Líder Marabá) e pelo site webradiolidermaraba.com.br. Também é possível acompanhar o programa por meio do aplicativo Rádios Net, disponível no Play Store.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte:https://www.diarioonline.com.br