25 de Mai de 2020

Esses problemas podem não apenas atingir cães e gatos, mas também deixá-los cegos. Conheça os sintomas e tratamento da catarata e do glaucoma

Embora os cães sofram mais com essas doenças oftalmológicas, os gatos não estão livres. “Uma das causas mais comuns da catarata, além do envelhecimento em si, é o diabetes. Por isso, controlar a glicemia é uma forma de prevenir”, esclarece a veterinária Maria Cristina Timponi, presidente da Comissão de Entidades Veterinárias do Conselho Regional de Medicina Veterinária de São Paulo (CRMV-SP). Enquanto a catarata é caracterizada pelo turvamento do cristalino, lente natural do olho, o glaucoma compromete o nervo óptico. Pode ocorrer em função de uma luxação na lente ocular, traumas ou mesmo infecções disseminadas por carrapatos. “O diagnóstico é feito com exames do fundo do olho e medição da pressão intraocular”, explica Maria Cristina. Quanto mais cedo forem detectadas e tratadas as condições oculares, maior a chance de seu amigo de quatro patas continuar fazendo festa ao ver você chegar.

As enfermidades que acabam com a visão

  • Catarata

O cristalino, lente ocular que normalmente é translúcida, fica opaco e não permite que a luz passe, diminuindo a visão. Para tratar, é necessário uma cirurgia para substituir o cristalino turvo por uma lente artificial.

  • Glaucoma

Há um problema de drenagem dos líquidos das câmaras dos olhos, o que leva a um aumento da pressão intraocular. O tratamento é baseado em colírios e medicamentos que diminuem essa pressão.

Pistas de que seu animal não está enxergando direito

  • Tropeços no caminho

O pet vive esbarrando em móveis, tem dificuldade em encontrar objetos e até em reconhecer o tutor.

  • Quieto demais

Ele fica mais abatido e deprimido. Se for glaucoma, que provoca dor, tende a passar a pata nos olhos.

  • Sensível à luz

O animal pisca o tempo todo e a parte branca do olho tende a ficar avermelhada.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Portal Saúde Abril