31 de Mai de 2020

Problemas com a visão têm aumentado de forma alarmante. Mas, por quê? Um ponto importante é que não se está obtendo os nutrientes certos nos alimentos. É claro que as pessoas com doenças oculares devem ser acompanhadas de perto pelos seus médicos. Também recomenda-se a supervisão médica para os que estão tomando suplementos vitamínicos. Agora, vejam os problemas oculares mais comuns e os alimentos e suplementos que ajudam a combatê-los!

Olho Seco

A síndrome do olho seco frequentemente ocorre devido às deficiências nutricionais, que permitem que radicais livres prejudiciais se acumulem nas glândulas lacrimais. Os estudos indicam que é benéfico, nesses casos, o consumo de ômega 3. É uma fonte excelente de ácido docosaexaenoico (DHA  e das vitaminas A e D, nutrientes que melhoram a qualidade das lágrimas e ajuda-as a serem mais eficazes na lubrificação.

Catarata

Mais da metade das pessoas terão catarata até os 80 anos de idade. O que fazer: coma espinafre (com moderação, pois em excesso induz cálculo renal), couve e outras folhas verdes escuras todo dia. Elas contêm luteína, um antioxidante que reduz danos por radicais livres. A luteína e a zeaxantina são os únicos carotenoides presentes nas lentes dos olhos. Lembre-se que os carotenoides são solúveis em gordura. Então, adicione um pouco de gordura boa (óleo de oliva ou de coco). Recomenda-se ingerir ainda vitamina C, pois estudos mostram ajuda na prevenção da catarata.

Síndrome de Visão de Computador

Pesquisas relatam que 88% das pessoas que trabalham ao computador por mais de três horas por dia se queixam de visão embaçada ou seca. Segundo estudos, o uso de astaxantina, um carotenoide, reduz o estresse dos olhos, melhorando a resistência dos músculos oculares. Outra dica: movimente-se a cada meia hora, importante para a visão e saúde geral.

Visão Noturna Reduzida

Um estudo mostrou que um suplemento diário com cobre e zinco é importante, pois a deficiência de zinco é associada com a má visão noturna. O zinco auxilia na produção de vitamina A, necessária à retina para detectar a luz. Com relação à alimentação, coma várias porções de verduras de cores vivas, como a couve e pimentões amarelos, ou gemas de ovos.

Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI)

Principal causa da cegueira em adultos mais idosos. Um estudo feito nos Estados Unidos relatou que os pacientes que já portavam a degeneração macular e ingeriam betacaroteno, zinco, cobre e as vitaminas C e E adequadamente eram 25% menos propensos a desenvolverem uma forma avançada da doença.

Nesse caso, a dica é também consumir vegetais folhosos semanalmente, outras verduras de cores vivas e gemas de ovos, que podem auxiliar no retardo da progressão da DMA. Mas, atenção! Antes de qualquer medida, converse com o seu médico a respeito. Supersaúde!

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: jb.com.br