17 de Out de 2019

Problemas oculares podem atingir pessoas de qualquer idade. Algumas doenças não apresentam sintomas e se não forem diagnosticas a tempo podem levar a perda parcial ou total da visão. O ideal é visitar um oftalmologista periodicamente. 

Vista embaçada

Quando parece que existe uma névoa na frente dos olhos, que impede ver detalhes com clareza, pode ser sinal de diversas doenças oculares, como catarata, presbiopia (a vista cansada), glaucoma, degeneração macular relacionada à idade (DMRI), e outras de ordem fisiológica.

Vermelhidão

Tanto a exposição a agentes externos (como radiação solar, cloro, etc.) quanto infecções por vírus ou bactérias, podem deixar os olhos vermelhos. Além disso, conjuntivite, glaucoma, uveíte (inflamação nas estruturas internas do globo ocular) e a esclerite (inflamação na parte branca do olho) também podem causar vermelhidão. Em qualquer um desses casos, procure um médico e não tome ou aplique nenhum medicamento sem prescrição.

Sensibilidade à luz

Esse problema também é chamado de fotofobia, e pode ser um sintoma de doenças como degeneração macular relacionada à idade, edema macular diabético, ou alguma lesão na córnea. O sintoma também pode se manifestar em pessoas que trabalham durante muitas horas em frente ao computador. Caso isso aconteça contigo, procure um médico.

Visão dupla

A causa pode ser uma diferença de grau, o estrabismo, a diabetes, ou até mesmo uma emergência como, por exemplo, um acidente vascular cerebral (AVC). O sintoma ainda pode estar relacionado a síndromes que são tratadas por oftalmologistas ou neurologistas. Em caso de emergência, procure um médico imediatamente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: ISO Olhos