20 de Jul de 2019

A Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPED), em parceria com as Secretarias de Comunicação (SECOM) e de Inovação e Tecnologia (SMIT), além da Prodam, entregou nesta segunda-feira, 3, o Selo de Acessibilidade Digital para os sites da Prefeitura de São Paulo, Secretarias e Subprefeituras.

A Prefeitura da Cidade de São Paulo é a primeira do país a receber a certificação de acessibilidade em seus sites e segundo o prefeito Bruno Covas, o desenvolvimento da humanidade está ligado a difusão do conhecimento. O Selo de Acessibilidade Digital é emitido pela Comissão Permanente de Acessibilidade (CPA), órgão vinculado à SMPED, responsável pelas políticas de acessibilidade da Cidade de São Paulo, certifica páginas web que cumprem com os critérios de acessibilidade estabelecidos nacional e internacionalmente.

O objetivo do Selo é promover, em todo o país, o conhecimento e a consciência sobre a importância de observamos as boas práticas da acessibilidade na web, assim como reconhecer as organizações que já têm sites e portais acessíveis. A avaliação segue os critérios estabelecidos no Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico (eMAG), do Governo Federal, e as diretrizes de verificação previstas na Portaria nº 08/SMPED-GAB/2018, que regula o Selo de Acessibilidade Digital.

A construção de plataformas mais inclusivas contou com as soluções de tecnologia da Prodam e, acima de tudo, com o envolvimento pessoal e a expertise de colaboradores com deficiência visual que validaram a acessibilidade dos portais municipais. A Prefeitura da Cidade de São Paulo é a primeira do país a receber a certificação de acessibilidade em seus sites, com exceção da home page Capital e do site da Secretaria Municipal da Educação (SME), cujas plataformas estão sendo reformuladas.

Sobre o Selo de Acessibilidade Digital

A Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPED) e a Comissão Permanente de Acessibilidade (CPA) são os responsáveis por avaliar se as páginas submetidas estão de acordo com os critérios e procedimentos estabelecidos na Portaria SMPED-GAB nº 08/2018 e pelo Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico (eMAG). O site que atender a 95% dos critérios básicos estabelecidos já tem condições de requerer o Selo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte:https://tiinside.com.br