05 de Dez de 2019

b_300_0_16777215_00_https___hypescience.com_wp-content_uploads_2019_06_oculos-pessoas-baixinhas-inventor-maluco-1.jpg

Você já deve ter passado por isso: durante um show ou uma sessão no cinema, alguém maior do que você se senta à sua frente, e você acaba assistindo a um cocuruto o tempo todo. Dominic Wilcox tem a solução para esse frequente problema: o inventor excêntrico criou um par de óculos chamado “One Foot Taller Periscope” (em tradução livre, “periscópio um pé mais alto”) que, como se pode adivinhar pelo nome, permite que o usuário veja “um pé mais alto” (30,5 centímetros) do que o nível normal de seus olhos.

b_300_0_16777215_00_https___hypescience.com_wp-content_uploads_2019_06_oculos-pessoas-baixinhas-inventor-maluco-6.jpg

b_300_0_16777215_00_https___hypescience.com_wp-content_uploads_2019_06_oculos-pessoas-baixinhas-inventor-maluco-3.jpg

b_300_0_16777215_00_https___hypescience.com_wp-content_uploads_2019_06_oculos-pessoas-baixinhas-inventor-maluco-2.jpg

b_300_0_16777215_00_https___hypescience.com_wp-content_uploads_2019_06_oculos-pessoas-baixinhas-inventor-maluco-5.jpg

Dominic Wilcox é um artista e designer britânico que trabalha com arte, design e tecnologia para criar objetos inovadores e instigantes.

“Eu fui desafiado pelo Microsoft Surface a pensar em problemas cotidianos e a encontrar soluções interessantes ou extraordinárias”, contou Wilcox. “Foi para uma exposição em Londres em maio. Algumas semanas antes, eu estava em um show em pé e notei uma mulher baixinha dançando atrás de mim que claramente não podia ver a banda por causa de todas as pessoas altas ao redor. Isso me deu a ideia de tentar resolver esse problema”.

Quando está trabalhando em um projeto, Dominic diz que a maior parte do tempo é gasta pensando na ideia e em como projetá-la. “Eu fiz cerca de cinco tentativas para finalizar o objeto. Usei uma folha de plástico espelhado, em seguida a aqueci muito cuidadosamente e dobrei as peças nos ângulos corretos para refletir a luz de cima para baixo, até os olhos. Eu gostei muito de descobrir como fazer esse objeto bastante incomum e funcional a partir de uma única folha”.

O britânico levou cerca de uma semana pensando, testando e falhando até chegar ao protótipo final. Depois de colocar os óculos, Dominic explica que, como usuário, “você pode ver um retângulo no centro de sua visão do que seria a visão superior. É uma espécie de dispositivo de realidade aumentada analógico ligeiramente maluco”.

b_300_0_16777215_00_https___hypescience.com_wp-content_uploads_2019_06_oculos-pessoas-baixinhas-inventor-maluco-4.jpg

Dominic criou muitos outros dispositivos legais para a exposição da Microsoft, como a “Directing Jacket”. O casaco tem como objetivo resolver o problema antigo de topar com uma pessoa andando na direção oposta na calçada e não saber para qual lado se afastar. Você pode adicionar a seta no casaco para evitar a “dança da indecisão”.

b_300_0_16777215_00_https___hypescience.com_wp-content_uploads_2019_06_outras-invencoes-dominic-2.jpg     b_300_0_16777215_00_https___hypescience.com_wp-content_uploads_2019_06_outras-invencoes-dominic.jpg

Em outra ocasião, Dominic foi contratado pelo projeto Global Footprint em Northamptonshire, um lugar famoso por sua fabricação de sapatos, para criar um par de sapatos. “Eu decidi fazer um que pode te levar a qualquer lugar que você queira viajar. Pensei no Mágico de Oz e em como Dorothy podia usar seus sapatos para ir para casa. Depois de selecionar o destino desejado através de um software de mapeamento personalizado e um cabo USB, o GPS, que é incorporado no calcanhar, é ativado por uma batida. Em seguida, se comunica com o usuário através de um anel de luzes LED para apontar na direção desejada. O sapato com o GPS sem fio se comunica com o sapato direito que tem uma barra de progresso de luzes para mostrar o quão perto você está do seu destino”, explica o inventor em seu website.

b_300_0_16777215_00_https___hypescience.com_wp-content_uploads_2019_06_outras-invencoes-dominic-3.jpg

Outra criação interessante de Dominic são os “Binaudios”, um dispositivo que permite ao usuário “ouvir” os sons da cidade. Foi criado em parceria com o tecnólogo criativo James Rutherford para a Thinking Digital Conference e fica em Sage Gateshead, um centro cultural em Gateshead, na Inglaterra.

b_300_0_16777215_00_https___hypescience.com_wp-content_uploads_2019_06_outras-invencoes-dominic-4.jpg

Usando os famosos binóculos turísticos como inspiração, os “Binaudios” pode ser apontados a mais de 50 locais diferentes. Gire os gigantes cones de escuta em direção ao estádio de futebol para ouvir a multidão vibrando, ou para a Ponte Tyne para ouvir o discurso do rei George V quando ela foi inaugurada em 1928, ou em direção ao parque para ouvir os skatistas e tenistas locais. 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Portal Hypescience