23 de Mai de 2018

A heterocromia ocular é definida como uma anomalia genética na qual o indivíduo apresenta olhos de cores distintas (um olho de cada cor), ou duas cores em um mesmo olho. Rara em humanos, essa condição afeta 11 em cada 1.000 pessoas na América.

Há três tipos diferentes de heterocromia do olho:

– Completa - cada olho de uma cor

– Setorial - duas cores diferentes na mesma íris, sendo uma predominante

– Central - dois ou mais “círculos” de cores diferentes na mesma íris.

Embora o elemento genético esteja relacionado a essa condição, na maioria dos casos, outros fatores podem levar à heterocromia, como a síndrome de Waardenburg, que gera surdez e incita essa alteração. Mais comumente, lesões ou derrames podem acarretar modificações na quantidade de melanina presente na retina, provocando a anomalia.

Não existe tratamento específico, contudo, lentes de contato podem ser usadas para equiparar as cores.

 

 

 

 

 

Fonte: Visão Laser