22 de Set de 2018

Em termos científicos, a obesidade acontece quando uma pessoa consome mais calorias do que queima. As causas para o desequilíbrio entre calorias ingeridas e queimadas podem variar de pessoa para pessoa. Fatores genéticos, ambientais e psicológicos, entre outros, podem causar a obesidade. Essa doença, considerada hoje como crônica, provoca ou acelera o desenvolvimento de muitas outras doenças e pode levar o indivíduo a perda total da visão.

De acordo com o oftalmologista Dr. Renato Neves, a cegueira ocorre porque o tecido gorduroso aumenta a resistência à entrada de glicose na célula e essa gordura impede o trânsito de vitaminas até os olhos. Outro agravante da obesidade é a incidência de diabetes. "A retinopatia diabética é uma das principais causas da cegueira. A doença provoca alterações na retina que podem formar microaneurismas, hemorragias e inchaços, devido às alterações vasculares causadas por dificuldade de irrigação", explica Neves.

O controle da doença está diretamente relacionado com a alimentação e com atividade física. De acordo com o coordenador do Centro de Diabetes da Escola Paulista de Medicina, Sérgio Atala Dib, uma alimentação saudável e bem balanceada não deve conter mais que 40% de hidrato de carbono completo, arroz, feijão, pão, macarrão e massas. Deve ter de 20% a 30% de gorduras insaturadas e 20% de proteínas. Com relação à atividade física, o ideal é praticar 50 minutos três vezes por semana, no mínimo. "Pode ser uma simples caminhada, natação, ciclismo, tênis ou qualquer outra atividade em que o individuo sinta-se bem", recomenda o médico. Esse é um hábito que deverá ser mantido pelo resto da vida.

Neves alerta ainda que a obesidade deve ser tratada com rigor para evitar que os problemas de visão tomem grandes proporções. Segundo ele, o diagnóstico precoce e o tratamento oportuno são capazes de reduzir em mais de 80% o risco de cegueira. Para os diabéticos, o acompanhamento médico torna-se ainda mais necessário, ressaltando a importância de se fazer, ao menos, uma avaliação anual no oftalmologista, com o exame de fundo de olho.

 

 

 

 

 

Fonte: http://sentidos.uol.com.br