21 de Out de 2017

Ingerir bastante Luteina, Zeaxantina e Vitamina E podem dificultar o desenvolvimento de catarata

Os antioxidantes Luteina, Zeaxantina e Vitamina E podem ajudar na prevenção da catarata, comprova um estudo que relaciona a nutrição e a saúde dos olhos. O objetivo era descobrir se as mulheres que ingerem tais nutrientes desenvolvem menos a doença do que as que não ingerem. Os alimentos ricos em Luteina e Zeaxantina são: espinafre, couve-flor, ervilha, brócolis, algumas frutas como laranja, mamão, pêssego e kiwi, e a gema do ovo. Já a Vitamina E pode ser encontrada nos óleos vegetais, nozes, amêndoas, sementes de girassol e cereais.

Este estudo sobre catarata e nutrição foi realizado em aproxidamente 35 mil mulheres de meia-idade americanas, elas foram avaliadas por 10 anos. No começo as mulheres passarm por exames dietéticos e foi percebido o uso de suplementos alimentares. Já no fim do estudo, o grupo apresentou 2.031 casos de catarata. A catarata era 18% mais rara nas mulheres que ingeriram a Luteina e Zeaxantina, de alimentos, e Vitamina E, presente na comida e nos suplementos alimentares, comparadas às que ingeriram menores quantidades destes nutrientes. Fatores como idade, se as mulheres eram fumantes ou não, e estado de saúde, não afetaram os resultados da pesquisa.

O estudo foi apenas observacional, as mulheres, em nenhum momento, requisitaram para tomar vitaminas ou mudar suas dietas para ajudar ne prevenção de catarata.

Os pesquisadores, incluindo William Christen, ScD, do Boston's Brigham and Women's Hospital, relatou seus resultados no periódico americano Archives of Ophthalmology.