11 de Dez de 2017

Selection of healthy products. Balanced diet concept, top view.

Os olhos não mentem jamais e alguns alimentos são tão essenciais para a saúde ocular que é preciso estar constantemente atento ao consumo deles e incluí-los em nossa dieta. Mas o destaque vai para o ômega 3, que é um ácido graxo essencial para diversas funções do nosso organismo, principalmente para nossa visão. O ômega 3 facilita a nutrição das células que protegem os olhos, evitando que doenças se desenvolvam facilmente no globo ocular, e tem também papel importante na prevenção da degeneração macular.

Uma dieta que priorize vegetais de folhas verdes, nozes e peixes, alimentos ricos em ômega 3, ajuda a diminuir o risco da degeneração macular, que é uma das causas de perda de visão em pessoas com mais de 60 anos. Estas informações são baseadas em um estudo recentemente publicado pela revista JAMA Ophthalmology. Foi a primeira vez que pesquisas comprovaram a relação entre certos nutrientes da nossa dieta com o risco de uma pessoa desenvolver ou não a degeneração macular.

Pessoas com degeneração macular perdem a visão central do olho e os fatores de risco incluem o envelhecimento natural, o tabagismo, o histórico familiar e a obesidade. E embora a doença tenha um forte influência genética, um crescente número de pesquisas, como esta, vem alertando que comportamentos saudáveis podem reduzir o risco de aparecimento e desenvolvimento da doença.

A alimentação correta está diretamente ligada a fatores imprescindíveis à visão

Ainda segundo o estudo, nutrientes relacionados com menor risco de degeneração macular são as vitaminas C e E, o zinco, a luteína, a zeaxantina e o ácido graxo ômega 3. E o papel protetor dos pescados aparece exatamente associado ao ômega 3 presente neles, com um efeito protetor sobre a retina. Ingerir ômega 3 é importante para preservar os pequenos vasos que irrigam os olhos e ainda protege a retina contra inflamações, mas não são apenas os pescados que precisam entrar em nossa dieta, as nozes também foram identificadas como protetoras da nossa visão.

Prefira os alimentos ricos em vitaminas A e E, como a cenoura, e com ômega 3, como a linhaça. Alimentos de origem animal trazem a principais vitaminas necessárias para a boa visão, como: fígado de peixe, óleo de fígado de bacalhau, fígado bovino, carnes, ovos, leite integral e seus produtos gordurosos, como creme de leite e a tradicional manteiga.

Peixes – Fontes de ácidos graxos, ômega 3 e das vitaminas A, B, D e E, peixes como sardinha, bacalhau, salmão e atum são ótimos estimulantes da boa circulação sanguínea. Com a ingestão desses alimentos, a retina receberá oxigênio, essencial para a saúde dos olhos.

Frutas, legumes e verduras – Os de pigmentação amarela e verde costumam ser fontes ricas de carotenoides, substâncias que previnem a deterioração da mácula, ponto responsável por nos permitir enxergar cores. Podem ser encontrados em alimentos como laranja, maçã, cenoura, tangerina, brócolis e couve.

Óleo de linhaça – Para combater o chamado “olho seco” este óleo é uma grande arma, pois é rico em vitamina E, ácidos graxos, ômega 3, ômega 6 e ômega 9.

Azeite virgem – Rico em ômega 3, o azeite virgem é considerado um grande aliado na prevenção contra a degeneração macular, lesão que pode levar à perda irreversível da visão.

Alho e cebola – São ricos e fontes de cálcio, fósforo e vitaminas B e C. Possuem ação contra micróbios e antiviral. Agem como dilatadores dos vasos sanguíneos, diminuindo a pressão arterial e prevenindo contra o glaucoma, uma vez que a pressão intraocular é um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento da doença.

Amoras e cerejas – Assim como o morango, a framboesa e outras frutas vermelhas e roxas são exemplos de alimentos antioxidantes, que combatem os radicais livres e são fontes de vitamina C e de flavonoides. Previnem contra a perda de visão e contra a degeneração macular.

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Visão Laser