22 de Nov de 2019

Warning: imagecreatefromstring(): Data is not in a recognized format in /home/storage/e/bf/a3/portaldaoftalmologi2/public_html/plugins/content/multithumb/multithumb.php on line 1542

Warning: imagecreatefromstring(): Data is not in a recognized format in /home/storage/e/bf/a3/portaldaoftalmologi2/public_html/plugins/content/multithumb/multithumb.php on line 1542
Multithumb found errors on this page:

There was a problem loading image http://www.cbv.med.br/_arquivos/fotos/DSC_0279__REDUZIDA.jpg
There was a problem loading image http://www.cbv.med.br/_arquivos/fotos/DSC_0279__REDUZIDA.jpg
Em entrevista para a Revista Foco, o Dr. Manoel Ribeiro Jr., do Centro Brasileiro da Visão – CBV, esclarece algumas dúvidas sobre as uveítes.

DSC_0279__REDUZIDA.jpg
Dr. Manoel Ribeiro Jr.

O que é uveíte?
É a inflamação de uma estrutura do olho que chamamos de trato uveal, composto pela íris, corpo ciliar e coróide. O nervo óptico e a retina também podem ser afetados. As uveítes podem ser classificadas em: anterior, na parte anterior do olho; intermediária, na parte anterior e início da parte média do olho; e posterior, acometendo principalmente coróide, nervo óptico e retina.

Quais são as principais causas?
As principais causas de uveíte são doenças inflamatórias, que podem ser tanto doenças reumáticas de causa imunológica (artrite reumatóide, lupus, espondiloartropatias), como doenças infecciosas (toxoplasmose, toxocaríase, tuberculose, sífilis, herpes, citomegalovírus e AIDS). Além disso, as uveítes podem também ser secundárias a traumas oculares e a algumas neoplasias (leucemias, linfomas e metástases).

Quais os sintomas?
Sensibilidade à luz (fotofobia), embaçamento da visão, baixa visual, moscas volantes, dor e olho vermelho.

Crianças também podem ter uveítes?
Sim, podendo inclusive já nascer com comprometimento visual, como na toxoplasmose congênita (transmissão da mãe para o filho durante a gestação) e rubéola. Outra causa importante de uveíte na infância é artrite reumatóide juvenil.

Como tratar?
Em muitos pacientes há necessidade não só do uso de colírios, mas também de medicamentos específicos para a causa da doença (antibióticos, antifúngicos, antivirais, corticóides e imunosupressores). A detecção precoce com tratamento bem direcionado e interação com outras especialidades médicas são importantes para o controle de grande parte das uveítes. A inflamação pode causar danos visuais irreversíveis quando não tratada de forma adequada ou quando o diagnóstico é tardio. Glaucomadescolamento de retinacatarata, além de cicatrizes na retina que causam baixa visual, são alguns exemplos de sequelas secundárias casadas pelas uveítes que podem comprometer a visão.



Matéria Publicada na Revista FOCO
Foto: Marketing CBV.