27 de Jun de 2017

imagem_release_953431_medium.jpg

Primeira ação do ano contou com apoio institucional da ZEISS

A edição 2017 do Projeto Amazônico de Atendimento Oftalmológico atendeu gratuitamente 3.000 pacientes em consultas e exames, fez a distribuição de 2.900 óculos e lupas e realizou 220 cirurgias de catarata e pterígio durante os 10 dias do projeto, que ocorreu nas cidades de Coari e Tefé, no Amazonas.

A empresa alemã ZEISS, renomado laboratório de produtos oftalmológicos, foi uma das apoiadoras da ação e disponibilizou equipamentos e consumíveis necessários para realização do projeto. Os pacientes foram tratados com o que existe de melhor em microscópios cirúrgicos, biômetros, facoemulsificadores, e o mais moderno auto-refrator i.Profiler, sendo este último utilizado para realização de consultas e diagnósticos de refração mais velozes e precisos, revertendo em benefício direto para os pacientes. A ZEISS doou adicionalmente 200 lentes intraoculares, tendo essas sido implantadas nos olhos dos pacientes durante as cirurgias de catarata, permitindo assim que estes voltem a enxergar.

“Contribuir com nosso conhecimento e tecnologia para melhorar o bem-estar da população brasileira já faz parte da cultura da ZEISS. Sempre ficamos felizes e empolgados em ajudar as pessoas a ter uma melhor qualidade de vida”, comentou Bruno Vale, Diretor Geral da companhia e um dos integrantes da Equipe de Atendimento Clínico da ação.

Coari e Tefé

A expedição teve como objetivo atender a população carente, com idade igual ou superior a 40 anos, residente nos municípios de Coari e Tefé, no Estado do Amazonas. O exame padrão incluía a medida da acuidade visual com tabela de Snellen, um teste refratométrico realizado com o i.Profiler, um exame biomicroscópio com lâmpada de fenda e, quando necessário, exame de fundo de olho.

O oftalmologista Dr. Jacob Cohen, idealizador do projeto, explicou que a escolha da região e dos municípios atendidos foi feita a partir de critérios de densidade demográfica e IDH. “Visitar essas cidades era de importância máxima para nós. Principalmente por conta das diferenças socioeconômicas do interior da Amazônia. Enquanto Manaus detém mais de 220 especialistas oftalmologistas, o interior todo tem menos de uma dezena.”

Na cidade de Tefé, a equipe se deparou com um casal que exemplifica bem essa realidade. Cegos de ambos os olhos há cerca 10 anos, marido e mulher, apesar de viverem juntos, só se comunicavam pelo tato e audição. “Conseguimos operar os dois no mesmo dia, quase simultaneamente. Quando se encontraram após saírem da sala cirúrgica, já com a visão de um olho de volta, o casal se abraçou emocionadamente”, relatou o médico.

Projeto Amazônico

Com 27 anos de existência e mais de 15 mil cirurgias realizadas no estado, o projeto utiliza, desde o princípio, aviões e barcos para levar os profissionais às mais distantes comunidades. Atuando no combate às dificuldades de visão, os médicos que fazem parte das expedições muitas vezes atendem pessoas que nunca tiveram a oportunidade de consultar um oftalmologista.

Há 12 anos, a iniciativa conta com a parceria do Departamento de Oftalmologia da Escola Paulista de Medicina, sob a orientação do Prof. Dr. Rubens Belfort Jr. Nos últimos quatro anos, duas viagens cirúrgicas anuais têm sido promovidas, sempre com o apoio de empresas fabricantes de equipamentos e insumos para cirurgia, como a ZEISS. A partir desta nova fase, a técnica predominante passou a ser a cirurgia de catarata por facoemulsificação, com implante de lente intraocular no saco capsular, procedimento que não precisa de curativo ou pontos.

Em 2018, a região do Alto Solimões será beneficiada pelo Projeto Amazônico. Distante de Manaus, o local faz fronteira com a Colômbia e o Peru e tem as mesmas características populacionais e de IDH da região visitada este ano. “Esperamos realizar a mesma quantidade, ou até mais atendimentos, do que fizemos este ano. E queremos manter nossas importantes parcerias, como, por exemplo, a com a ZEISS”, finaliza o Dr. Jacob.

 

 

 

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação ZEISS